class="contos-template-default single single-contos postid-73918"

Veja Meu Padrasto E O Amigo Dele 2020

Este conto erótico foi 100% escolhido usando o Assistente de otimização para achar melhores contos eróticos!

O conto com titulo “Meu Padrasto E O Amigo Dele” pode ser localizado no campo de busca .

Vá em frente, tente agora não gozar. (Sim, vá em frente! Ele foi feito para fins de diversão e queremos que você o goze muito.)
Ao assistir esse vídeo não esqueça de dar gostei ou desgostei esses parâmetro serve para otimização.

Agora, aperte o play e espero que curta esse conto  e boa diversão.

 Meu Padrasto E O Amigo Dele

Agora cuta seu vídeo “Meu Padrasto E O Amigo Dele”

próximo post

nosso parceiros

Desde que descobri meu corpo na adolescência me tornei uma mulher sedenta por sexo, chegava a me masturbar várias vezes por dia e continuava sempre com muito tesão, era realmente incontrolável, perdi minha virgindade aos 15 anos com um namoradinho na época e depois disso queria transar todos os dias… Certa ocasião em uma época em que minha libido estava completamente em alta, passei a olhar meu padrasto com outros olhos, passei a encará-lo com olhos de mulher… Sentia muito tesão por ele, mas minha razão não permitia ousar… Brincávamos muito, ele sempre me agarrava para fazer cócegas e nessas brincadeiras eu não perdia oportunidade de roçar meu corpo nele, mas acho que ele de fato não percebia muito minhas intenções, mesmo assim, sempre que podia eu procurava

colocar roupas ousadas, shortinhos bem curtos com mini blusas sem sutiã, e modéstia parte meu corpo é bem feito, bundinha rendondinha, seios médios empinadinhos e durinhos… Meu padrasto tinha um amigo que freqüentava muito nossa casa, o Cláudio, a minha maior fantasia era estar com os dois ao mesmo tempo e me masturbava muito pensando nisso até que um dia…

Aconteceu quando tinha 18 anos… Bom foram todos viajar em casa e ficamos eu e meu padrasto, ele trabalhava e eu estava em semana de provas, iríamos viajar somente no fim de semana para encontrar o resto da família, minhas fantasias tomavam conta da minha cabeça, mas eu não tinha coragem de colocá-la em prática, até que um dia eu estava me masturbando em meu quarto e escutei o barulho do carro dele chegando, continuei no quarto ouvi ele conversando com alguém, percebi pela voz que o Cláudio estava junto com ele, pensei, tem que ser hoje, hoje coloco minha fantasia a tona… Esperei eles entrarem e o meu padrasto foi tomar um banho enquanto o Cláudio esperava na sala… Sai do meu quarto com um roupão e sem nada por baixo, meu roupão era curtinho e decidi definitivamente

colocar meu plano em ação… Cumprimentei o Cláudio e ele ficou me olhando com cara de desejo, falei que voltava logo pois iria colocar uma roupa e depois faria sala para ele… Ele no entanto falou que não era necessário me vestir, que eu ficasse com ele lá daquele jeito mesmo que estava bom… Isso me deixou já louca de tesão e minha bucetinha piscava e estava ensopada só de pensar no que poderia acontecer… Nada bobo o Cláudio deu um jeito de entrar em assunto de sexo, perguntou se eu estava namorando, pq uma mulher bonita como eu não poderia estar sozinha, e eu ousadamente disse que no momento só namorava minha mão rs, falando isso ele perguntou se antes deles chegarem, se era isso que eu estava fazendo, se estava namorando minha mão e eu respondi afirmativamente, ele sem o menor pudor disse que precisava conferir se eu estava fazendo certo e colocou a mão dentro do meu roupão, direto na minha bucetinha que estava ensopada e começou a me tocar perguntando se era daquele jeito que eu fazia… Eu

estava louca de tesão, quase gozei só no primeiro toque, mas me segurei para aproveitar cada segundo daquela situação… Ele me segurou e me colocou deitada no sofá e começou a me chupar… Lambia meu grelinho, lambia meu rabinho e eu sem conseguir me controlar gemia feito uma putinha no cio… Gozei na sua boca como nunca havia gozado antes, aí ele tirou o pau para fora e meteu na minha boca, seu pau era grosso e ele me forçava a chupar, ele praticamente fodia minha boca com aquele pau enorme e eu estava adorando… De repente ele me segurou com força e me colocou de quatro numa mesinha de centro que tínhamos na sala e começou a foder minha buceta com fúria e falava que sempre queria me comer, sempre me olhou com tesão e sabia que um dia iria poder me comer gostoso… Estávamos lá na sala, fodendo como dois loucos quando abre a porta do quarto do meu padrasto que tinha acabado de sair do banho… Ele olhou aquela cena, me encarou e começou a mexer no pau ainda por cima do calção… Aquilo

me extasiou e eu novamente gozei na rola do Cláudio, que continuou me fodendo e disse para o meu padrasto: Vem Pedro, mete seu pau na boca dela… Não foi isso que a gente sempre imaginou, pelo visto ela também sonhava com isso, mete essa rola na boca dela cara!!! Aí pude perceber que aquela fantasia não era só minha, os dois também tinham essa vontade de me foderem juntos… E foi o que ele fez, tirou o pau para fora e veio em minha direção… Acendeu baseados para todos e curtimos… Ficamos lentos e tesudos… O pau dele era muito grande, não era grosso como o do Cláudio, mas era enorme, deveria ter uns 20 cm e eu enfiei ele na boca e chupei com vontade!!! Um fodia minha bucetinha com força e o outro enfiava o cacete dele duro feito pedra na minha boca e naquele momento eu era a mulher mais realizada do mundo… Nisso o Pedro falou para o Cláudio:

– Cláudio você já fodeu ela bastante, agora é minha vez!!! Só que não quero comer a bucetinha dela não, pq com esse pau grosso você deve ter alargado ela, quero o rabinho!!!
Eu me assustei, pq até então nunca tinha dado o rabinho, a única coisa que eu fazia era enfiar o cabinho de uma escova pequena que eu tinha no meu cuzinho quando estava me masturbando, mas uma rola, nunquinha, fiquei com medo, mas na altura do campeonato, eu não tinha mais nada a fazer se não ceder… Ele sentou no sofá com uma camisinha e disse, vem filhinha senta no pau do seu papaizinho vem… Aquilo me deixou louquinha e eu fui sentar, estava tão ensopada que minha buceta engoliu seu pau de uma vez só, ele me levantou e disse:
– Minha gata, sua buceta é quente e gostosa, mas quero seu cuzinho e direcionou o cacete dele no meu cuzinho e ordenou, agora senta, vai descendo esse rabinho no meu pau…

Eu não conseguia pq estava doendo, o Cláudio me deu um baseado e ele foi carinhoso e começou a mexer no meu grelo, me levantou novamente, molhou meu rabinho com o meu próprio gozou e ordenou que eu sentasse novamente… Eu sentei e o pau dele foi entrando no meu rabo, entrando até que senti que estava completamente sentada no colo dele… Ele disse para eu ficar quietinha para acostumar e falou para o Cláudio dar uma chupada na minha buceta enquanto eu me acostumava com aquele cacete enterrado no meu rabo… O Cláudio começou a chupar tão gostoso que involuntariamente eu comecei a me mexer!!! Já estava tão louca que eu mesmo subia e descia daquela rola e a dor passou e o tesão incontrolável dominou todo meu corpo e eu cavalgava naquela rola deliciosa…

O Cláudio enfiou o pau na minha boca e eu fodia meu padrasto e chupava aquela rola grossa… Depois o Cláudio disse para o Pedro, vamos fazer uma DP, eu não sabia o que era isso, mas estava topando tudo o que ele propunham, tamanho tesão que eu sentia… Bebemos vodka e fumamos mais… Aí o Cláudio veio e meteu sua rola na minha bucetinha e fizeram de mim um recheio de sanduíche, um fodendo minha buceta e o outro meu rabo… Eu estava alucinada, gemia feito uma louca e perdi a conta de quantas vezes gozei… Os dois me fodiam de todas as formas, mas a única coisa que não permiti, foi que o Cláudio fodesse meu rabinho, o pau dele era grosso demais, eu não iria agüentar aquela rola enorme… Ele me colocaram em cima da mesinha de madeira no centro da sala e ficaram se masturbando em cima de mim até que esporraram e melecaram meu corpo com toda aquela porra gostosa… Fui

tomar um banho e quando menos esperava, entraram os dois nus no banheiro onde começou mais uma sessão de foda… Esse dois me comeram de tudo quanto foi jeito naquela noite… O Cláudio passou a noite em casa, só para ficarem me fodendo… Perdi as contas de quantas vezes eles meteram em mim e quantas vezes eu gozei, já estava toda esfolada, toda ardendo e eles queriam mais e mais… O único jeito que tive foi entrar no meu quarto, trancar a porta para poder ter um pouco de sossego, e foi o que fiz até o dia seguinte de manhã, onde os dois saíram para trabalhar e meu padrasto só chegaria à noite… Passei o dia inteiro lembrando o que aconteceu e por incrível que pareça eu me masturbei umas duas vezes durante o dia… À noite meu padrasto chegou do trabalho, dessa vez

sozinho e disse pra mim:
– Se prepara que hoje você será só minha… Dessa vez não vou te dividir com ninguém!!!
E foi tomar banho, deixando baseados na mesa… Eu tomei um banho também no outro banheiro e fiquei esperando ele só de roupão na sala… Me fodeu gostoso, e acabamos dormindo juntos, mas no meio da noite ele acordou de novo e me fodeu mais e mais… Mas como tínhamos que viajar no dia seguinte, acabamos nos despedindo naquela noite, pois não sabíamos quando apareceria nova oportunidade como aquela… Porém várias outras apareceram e numa delas eu acabei transando com três, O Pedro, o Cláudio e o Toni, amigos dele, mas essa contarei numa próxima oportunidade…

O post Meu Padrasto E O Amigo Dele apareceu primeiro em Meus Contos Eróticos.

Contos Que você tambem vai Gostar

Veja  Primeiro Menage 2020
Veja  Voltei Da Praia Com A Buceta Arrombada 2020
Revivendo Uma Foda Com Minha Ex Na Cozinha: Sensacional!
Veja  Minha Noiva Deu A Buceta E Cu Para O Amigo 2020
Meu Irmão, Meu Maior Sonho.
Veja  Dando O Cuzinho 2020
Veja  A Minha Primeira Vez 2020
Veja  Professor Orlando 2020
Minha Mulher Seduzindo O Parelha
Veja  Dei Pro Amigo Hétero 2020